O ex-presidente americano Barack Obama é sempre lembrado como um grande líder. Mas quais foram as soft skills trabalhadas para a construção dessa imagem? Uma delas, com certeza, é a capacidade de falar em público.

Quando fala, ele sempre o faz em tom solene e compreensível. Assim, ele cria uma sensação de unidade. É como se acolhesse e ao mesmo tempo aproximasse as pessoas em torno de si. Com isso, consegue influenciar pessoas e semear suas ideias

As soft skills são procuradas, desejadas e cada vez mais valorizadas por profissionais de RH. Boa comunicação, autonomia e rápida adaptação a novos cenários. Entenda porque essas e outras soft skills voltaram com tudo em 2021.

Soft Skills estão em alta

Boa comunicação, autonomia e rápida adaptação a novos cenários. Essas são algumas das habilidades comportamentais que serão exigidas dos profissionais em 2021, segundo cinco consultorias de recrutamento ouvidas pelo Valor Econômico, em reportagem publicada na quinta-feira (21/1).

Mas por que as soft skills estão em alta? Isso acontece porque, em ambientes nos quais os funcionários têm as características comportamentais alinhadas com os objetivos da empresa, não só podem entregar desempenhos melhores como tendem a permanecer mais tempo nela. OU seja, é um ganha-ganha. É bom para o empregador e bom para o empregado.

A expectativa é que setores como tecnologia, saúde, agronegócio, infraestrutura e logística sigam com os maiores volumes de contratações, com destaque para os currículos ligados à tecnologia, finanças e serviços. Em todos esses mercados, as soft skills serão mais exigidas.

E na seleção de emprego?

Nos processos de seleção, serão priorizados candidatos que sabem atuar de forma colaborativa, conseguem identificar oportunidades de forma proativa, se adaptam a ambientes de trabalho muito dinâmicos e agem com autonomia na tomada de decisão.

Há também, segundo os recrutadores, maior necessidade [entre os candidatos] de mostrar que é possível ‘aprender sozinho’, saber como influenciar pessoas a distância e estar preparado para imprevistos.

Na entrevista de emprego esteja preparado para dar exemplos de situações que expressem essas habilidades que são justamente àquelas chamadas de soft skills. Mas o que são elas?

Como desenvolver soft skills

Soft skills são as competências que refletem a personalidade e comportamento do profissional. Envolvem aptidões mentais, emocionais e sociais. São habilidades particulares, pois nascem de acordo com as experiências, cultura, criação e educação de cada pessoa.

Para desenvolvê-las o ponto de partida talvez esteja no autoconhecimento. Analise o que você tem de melhor e o que precisa evoluir para otimizar a sua performance e se tornar mais completo, alcançando o máximo do seu potencial.

Portanto, reflita sobre suas experiências e buscar compreender como você reage diante de determinadas circunstâncias e cenários é uma maneira de entender quais são suas soft skills que sobressaem.

Procure também ouvir os feddbacks de professores, amigos de trabalho e até outros empregadores – caso já tenha experiência no mercado de trabalho. O LinkedIn é ótimo para isso.

Você tem o currículo turbinado, muitos cursos na carreira, participou de vários eventos, fala inglês fluentemente, mas como andam as suas soft skills? Será que você tem desenvolvido as suas habilidades pessoais e profissionais de maneira satisfatória?

Qual é a diferença entre hard skills e soft skills?

E as hard skills, o que são? São as habilidades técnicas, não comportamentais. Ou seja, tudo aquilo que você aprende no ensino formal ou não, em cursos, treinamentos, na graduação e pós-graduação.

São as informações que você quer colocar no currículo, atualizar no perfil do LinkedIn ou destacar para o recrutador em um processo de seleção. As hard skills são concretas, quantificáveis e de aprendizado técnico. Por exemplo, a habilidade de usar uma ferramenta de marketing digital.

Exemplos de soft skills de líderes de sucesso

Barack Obama

No que toca à sua habilidade com gestão de equipes, ele se mostra um líder exemplar de várias formas. Uma delas é por oferecer cursos de coaching para os seus funcionários, treinando o time para que ele consiga tomar decisões importantes quando for necessário.

Em outra demonstração de suas soft skills para gerenciamento de times, o ex-presidente tende a reconhecer o trabalho daqueles que já serviram o país.

Bons exemplos disso podem ser vistos quando a família Obama serve um almoço de Ação de Graças a veteranos de guerra de uma casa de repouso e em seu último discurso como presidente, quando agradece aos sacrifícios de seus funcionários e sua família ao longo dos 8 anos de governo.

Steve Jobs

A liderança meticulosa de Steve Jobs na Apple o tornou um exemplo a ser seguido por muitas pessoas até hoje. Isso ocorre pelas muitas soft skills que Jobs possuía. A primeira delas, sem dúvida, era a criatividade.

Afinal, ele foi capaz de imaginar um mundo totalmente do que existia antes da criação dos famosos produtos Apple, a exemplo do iPhone.

A segunda habilidade pessoal a destacar é a sua atenção aos detalhes. Ela foi a responsável pela simplicidade dos designs e sistemas operacionais da Apple serem reconhecidos até hoje.

Conclusão

Falamos neste post sobre as soft skills, que são as habilidades e competências comportamentais. Apesar de subjetivas, elas ajudam a compor o perfil do profissional ideal para as empresas. Este ano, elas serão super valorizadas pelos recrutadores.

É por isso que buscar o seu desenvolvimento deve ser uma preocupação de todo aquele que deseja ingressar ou se recolocar no mercado. Por que não começar agora um processo de autoconhecimento?

Se você identificar a carência em determinada soft skill, não espere surgir uma oportunidade, seja uma promoção no atual emprego ou uma vaga dos sonhos. Busque ajuda e procure se desenvolver.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*